A indicação para entrega da Moção de Louvor foi aprovada pelo Conselho Deliberativo do ITPS

 

O Instituto Tecnológico de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS) homenageou a Universidade Federal de Sergipe (UFS) com uma Moção de Louvor pelos 53 anos de transformação da sociedade sergipana.  A honraria destaca a contribuição da instituição na formação de milhares de pessoas e também no desenvolvimento da ciência.

A Moção de Louvor foi entregue nesta terça-feira, 14, pelo diretor-presidente do ITPS, Kaká Andrade, ao reitor da UFS, Valter Santana. “Ter o ITPS – uma instituição quase centenária – como parceria da Universidade e de mãos dadas em prol do desenvolvimento de Sergipe é motivo de orgulho para nós. Nossos alunos têm uma formação qualificada e nós temos a responsabilidade de prepará-los para a vida. Quando saírem daqui, eles vão enfrentar a realidade e, se parceiros como o ITPS não se abrirem, os alunos não encontrarão oportunidades. Então, também há um agradecimento pela confiança e o apoio do ITPS à nossa instituição e juntos continuaremos trabalhando pelo desenvolvimento de Sergipe”, destacou o reitor.

“O trabalho desenvolvido pelo ITPS em conjunto com a UFS resulta em uma sinergia e faz com que a gente supere as dificuldades em cada uma das instituições. Nossa função é trabalhar e fazer entregas para que a sociedade perceba a importância das nossas instituições e como elas fazem a diferença no cotidiano de todas as pessoas, independentemente da situação social”, acrescentou o diretor-presidente do ITPS, Kaká Andrade.

Com 98 anos de história, o ITPS abrigou a primeira escola de química de Sergipe, consagrou-se como a melhor do Nordeste e terceira mais conceituada do país. Anos depois, o curso foi incorporado pela UFS, quando passou a se chamar Instituto de Química e, posteriormente, Centro de Ciências Exatas e Tecnologia (CCET), dando origem aos Departamentos de Química e de Engenharia Química. Ao longo de todo esse tempo, ITPS e UFS mantiveram a parceria e, atualmente, desenvolvem trabalhos em conjunto na área de ensino, pesquisa e atividades de extensão universitária.

Por Verlane Estácio

Ascom/ITPS

Atualizado: