Evento foi realizado no campus São Cristóvão da Universidade Federal de Sergipe

As análises laboratoriais e as atividades metrológicas desenvolvidas pelo Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe foram expostas nesta segunda-feira, 29, durante a Feira Científica de Sergipe. O evento, que foi realizado na Universidade Federal de Sergipe (UFS), tem objetivo de apresentar o impacto e a relevância de ciência e tecnologia no cotidiano da nossa população.

O estande do ITPS trouxe o tema ‘Casa da Química: da produção de alimentos à segurança alimentar. No local, o público pôde conhecer a importância da ciência, especialmente das análises feitas nos laboratórios do ITPS e das atividades do Inmetro para a produção e o consumo dos alimentos.

“A VIII Feira Científica de Sergipe é um evento que faz o fechamento das comemorações da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no estado. É um momento em que as instituições da área de ciência e tecnologia têm a oportunidade de dar visibilidade, dos seus serviços e de suas pesquisas para os jovens participantes, fazendo com que essas informações despertem um novo olhar sobre Ciência e Tecnologia”, destaca a diretora técnica do ITPS, Lúcia Calumby.

Eduardo Jesus, que é aluno do 2º ano, do Colégio Atheneu, conta que as análises de solo e água feitas pelo ITPS chamaram sua atenção. “Tive a oportunidade de conhecer o trabalho do ITPS e saber que existe a análise de solo e água. Achei muito interessante, pois eu não imaginava que é preciso conhecer a procedência do solo e da água e que isso é tão importante para a população”, comenta.

“Vi várias coisas interessantes, mas me chamou a atenção a análise que é feita em alimentos e também na água, apontando a quantidade de sais mineiras e outras coisas” opina Camila Kelly, que é aluna do 8º ano da Escola Vitória do Santa Maria.

Feira Científica de Sergipe

A Feira Científica de Sergipe (Cienart) surgiu em 2012 com o objetivo de apresentar à sociedade os projetos desenvolvidos nas diversas áreas do conhecimento: artes, exatas, humanas e biológicas. A ideia também é contribuir para que população conheça e discuta os resultados, a relevância, o impacto e a aplicação das pesquisas científicas e da tecnologia.

Clique aqui para ver todas as fotos.

por Verlane Estácio